36. Reconciliação

Reconciliação

Catolicismo ensina

O perdão dos pecados reconcilia com Deus, mas também com a Igreja.  O Bispo, chefe visível da Igreja Particular, é, portanto, considerado, com plena razão, desde os tempos primitivos, aquele que principalmente detém o poder e o ministério da reconciliação:  ele é o moderador da disciplina penitencial.  Os presbíteros, seus colaboradores, o exercem na medida em que receberam o múnus, quer de seu Bispo (ou de um superior religioso), quer do Papa, por meio do direito da Igreja.   P. 403, # 1462

As Escrituras ensinam

Colossenses 1.20

E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.

2 Coríntios 5.18-20

18.  E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação.

19.  Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhe imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.

20.  De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse.  Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.

Efésios 2.16

E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.

Romanos 5.18

Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.

Comentários

  • O pecador ofendeu a Deus.
  • O pecador precisa ser reconciliado com Deus, a Quem ofendeu.
  • O assunto é entre você e Deus, se reconcilie com Ele hoje!