28. Confirmação

Confirmação

Catolicismo ensina

A Confirmação aperfeiçoa a graça batismal; é o sacramento que dá o Espírito Santo para enraizar-nos mais profundamente na filiação divina, incorporar-nos mais firmemente a Cristo, tornar mais sólida a nossa vinculação com a Igreja, associar-nos mais à sua missão e ajudar-nos a dar testemunho da fé cristã pela palavra, acompanhada das obras. P. 363-364, #1316

A Confirmação, como o Batismo, imprime na alma do cristão um sinal espiritual ou caráter indelével;  razão pela qual só se pode receber este sacramento uma vez na vida.  P. 364, #1317

`Desde então, os apóstolos, para cumprir a vontade de Cristo, comunicaram aos neófitos, pela imposição das mãos, o dom do Espírito que leva a graça do Batismo à sua consumação.  É por isso que na Epístola aos Hebreus ocupa um lugar, entre os elementos da primeira instrução cristã, a doutrina sobre os batismos e também sobre a imposição das mãos.  A imposição das mãos é com razão reconhecida pela tradição católica como a origem do sacramento da Confirmação que perpetua, de certo modo, na Igreja, a graça de Pentecostes.´ P.356, #1288

Se um cristão estiver em perigo de morte, todo presbítero pode dar-lhe a Confirmação.  Com efeito, a Igreja não quer nenhum de seus filhos, mesmo se de tenra idade, deixe este mundo sem ter-se tornado perfeito pelo Espírito Santo com o dom da plenitude de Cristo.  P. 363 # 1314

Juntamente com o Batismo e a Eucaristia, o sacramento da Confirmação constitui o conjunto dos `sacramentos da iniciação cristã cuja unidade deve ser salvaguardada.  Por isso, é preciso explicar aos fiéis que a recepção deste sacramento é necessária à consumação da graça batismal. Com efeito, `pelo sacramento da Confirmação (os fiéis) são vinculados mais perfeitamente à Igreja, enriquecidos de força especial do Espírito Santo, e assim mais estritamente obrigados à fé que, como verdadeiras testemunhas de Cristo, devem difundir e defender tanto por palavras como por obras.´ P. 355-356, #1285

As Escrituras ensinam

2 Coríntios 5.17

Assim que se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Romanos 8.38-39

38.  Porque, estou certo de que, nem a morte, nem a vida,nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,

39.  Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Romanos 8.1

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.

Efésios 2.13

Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sanguede Cristo chegastes perto.

João 8.36

Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Gálatas 5.1

Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.

Comentários

  • Você se prenderá com as leis de uma igreja se Cristo libertou você?
  • Uma criança não salva não é salva porque faz  estudos religiosos.